HOME
BRASILUSACANADAARGENTINAURUGUAYPARAGUAYVENEZUELA
Quarta-feira, 22 de Março de 2017
Brasilia: 21:27    Roma: 02:27
> DIRETÓRIOS DE SITES
> NOTÍCIAS
> PROMOÇÕES
> CADASTRE-SE
> COMUNIDADE
HISTÓRIA DA IMIGRAÇÃO
ASSOCIAÇÕES ITALIANAS
INSTITUIÇÕES
FAMÍLIAS
GENEALOGIA
CIDADANIA
MURAL DE MENSAGENS
PESQUISA DE SOBRENOME
> ITÁLIA
REGIÕES ITALIANAS
CALCIO ITALIANO
FÓRMULA 1
SPORT
CINEMA ITALIANO
ARTES & ARTESANATO
MÚSICA
GASTRONOMIA
PIZZA
VINHOS
LÍNGUA ITALIANA
EMILIA-ROMAGNA TURISMO
VIAGGIO
VILLA & CHARME
BIBLIOTECA
SHOPPING ITÁLIA
> SERVIÇOS
OUTRA ECONOMIA
CURSOS ON LINE
DAVINCI
ITENETS
TRADUÇÕES
DICIONÁRIO
TEMPO
MAPA DO SITE
> NEGÓCIOS
CATÁLOGO DE EMPRESAS
BANCO DE CURRÍCULOS
OFERTAS DE EMPREGOS
OPORTUNIDADES
CÂMARAS ITALIANAS
FEIRAS
> ADMINISTRAÇÃO
- 45
 
Notícias da Itália
ITÁLIA HOMENAGEIA VÍTIMAS DA MÁFIA
20/03/2017
O presidente da Itália, Sergio Mattarella, fez um forte discurso de combate às organização mafiosas durante o evento que marca o dia da memória pelas vítimas inocentes da máfia italiana.

Em um estádio repleto de pessoas, na cidade italiana de Locri, Mattarella lembrou neste domingo (19) que a cidade é "uma terra ferida" por causa da atuação desses grupos e pediu que todos os cidadãos do país "seja solidária com a vossa dor e respeita sua dignidade".

"Vocês dão o testemunho de como a violência, a morte e o medo não podem diminuir o desejo por justiça e de resgate. As vossas feridas estão no corpo de toda a sociedade, de toda a Itália e a lembrança de seus familiares, mártires da máfia, representa a base sobre a qual construímos, dia após dia, uma sociedade mais justa, mais solidária, mais íntegra e mais pacífica", disse Matarella aos 950 parentes das vítimas fatais da máfia que estavam no evento.

Apesar de estar envolvido nos preparativos para um importante encontro em Roma com os líderes dos países da União Europeia, Mattarella fez questão de ir pessoalmente ao evento. A data foi escolhida por ser o dia em que o presbítero don Giuseppe Diana, que atuava fortemente contra a máfia Camorra, foi assassinado em Casal Di Principe.

O próprio presidente já sofreu com a presença da máfia, sendo que seu irmão, Piersanti Mattarella, foi assassinado por membros do grupo Cosa Nostra, em 1980, enquanto era presidente da região da Sicília.

Após a fala do presidente, o bispo de Locri, Francesco Oliva, lembrou também da "crise social atual", que tem no grupo mafioso 'ndrangheta uma "de suas causas" e falou sobre as palavras do papa Francisco sobre a luta contra essas organizações.

"Como igrejas da Calábria, nós acolhemos o convite do papa Francisco para ser fermento de uma sociedade animada pelo Evangelho, que se empenha cotidianamente na luta contra a 'ndrangheta e na formação dos valores da legalidade, da solidariedade e da participação civil", destacou o líder da diocese local.

Fonte: Ansa
Veja mais Notícias da Itália
 
 
Busca rápida:

Consulte também:
Todas as notícias Notícias do Brasil Notícias da Itália